Cooperativa: o que é, para que serve, como funciona

Se você está estudando mais a respeito de abertura de negócios, obrigações fiscais e trabalhistas,  e também como funciona abrir uma empresa no Brasil ou aderir a uma cooperativa, então você está no lugar certo!

Nossa proposta aqui é justamente trazer mais informação útil e conteúdo de qualidade que venham a sanar as suas dúvidas, melhor direcionar os seus próximos passos e claro, fornecer dicas exclusivas para que você possa tomar decisões mais assertivas e estratégicas.

Abrir um negócio é uma possibilidade que muitos brasileiros estão levando a sério, principalmente neste cenário da Pandemia que veio a enxugar o orçamento e também acabou por aumentar o desemprego.

Porém, nem todo mundo sabe como fazer isso ou ainda, nem todo mundo dispõe das habilidades e, principalmente, do capital necessário para isso.

As cooperativas não são nenhuma novidade na história da economia e sociedade. Hoje, falaremos um pouco mais sobre elas para que você possa discernir se essa é uma opção vantajosa para você e para o seu negócio. Confira:

O mercado de trabalho e o cenário atual Cooperativa

Antes de falar mais a respeito das cooperativas, é importante contextualizarmos o cenário atual para o mercado de trabalho.

Vivenciamos um momento onde diversos aspectos estão colocados sobre a mesa e o trabalhador e ou empreendedor precisa entender antes de tomar decisões mais ousadas, como por exemplo, investir ou abrir mão de investir em um negócio próprio.

Estamos vivenciando uma revolução no mercado que acontece com velocidade desde o surgimento da internet e o avanço da tecnologia. Esse é um fator que veio a transformar a forma de consumir e a própria percepção de tempo e produtividade, uma vez que as demandas são maiores e pedem mais agilidade.

A internet também deixou de ser um meio de entretenimento e passou a ser também um foco de mercado, de vendas e também de trabalho. Muitas pessoas hoje trabalham de forma remota, prestando serviços online e, inclusive, criam-se empresas que operam de forma totalmente digital a cada dia.

Tudo isso veio a impactar a vida dos profissionais e fomentar mais estudos, discussões e criação de soluções que acompanhem essa tendência e que venha a atender as necessidades e preferências do mercado, em todas as suas esferas.

Outro fator que não podemos deixar de analisar, considerando o mercado de trabalho hoje, é justamente o advento da Pandemia do Covid-19. A pandemia impactou fortemente diversos setores da economia e continua fazendo-se relevante perante muitos aspectos.

Muitas pessoas perderam seus empregos. Outras, passaram a reinventar suas carreiras através do trabalho remoto e da prestação de serviços onlines. Muitos vieram a fechar seus negócios, e outros, decidiram que este era o momento propício e ideal para investir.

Todavia, as condições ainda são instáveis e exigem muito estudo, habilidade, perspicácia e agilidade. Mesmo para os especialistas em economia, os estudos na área acadêmica e as pesquisas mais recentes têm sido de grande relevância para contribuir com o setor e ajudar a garantir maior previsibilidade e assertividade nas decisões.

Estamos sim, vivenciando um momento muito propício, o qual incentivava-se o empreendedorismo no país, porém, ao mesmo tempo, um momento extremamente delicado e desafiador.

Eis que as empresas, empresários e empreendedores precisam manter-se muito atualizados e de olho nas oscilações causadas no mercado e na economia, de uma forma geral.

Posicionamento de empresas e criação de novos negócios Cooperativa

A verdade é que a estruturação de um negócio é muito importante, tanto para ousar e superar expectativas, quanto para manter-se resiliente e eficiente diante de crises e momentos de dificuldade.

Essa flexibilidade é imprescindível para que as empresas possam, hoje, superar os desafios do mercado, enfrentar a concorrência e manterem-se em posição competitiva e estratégica.

Infelizmente, oscilações e crises afetam fortemente diversas áreas e podem, inclusive, levar empresas à falência ou ao fechamento. O que, por sua vez, impacta a vida dos trabalhadores que perdem seus empregos e demais consequências.

Portanto, o Brasil estimula muito a abertura de novas empresas e investe em facilidades e otimizações, benefícios exclusivos e suporte para a criação de novos negócios, implantação de projetos e modelos, como as startups, e também no registro e criação de novas empresas.

Como é o caso do MEI, o Microempreendedor Individual.

Porém é preciso corresponder a determinados critérios e também cumprir com as etapas legais necessárias para isso. Você pode, inclusive, acompanhar aqui no site diversos conteúdos os quais trazemos mais informações, explicações e dicas de como você pode vir a abrir a sua empresa, por exemplo, e muito mais!

De toda forma, existe um fomento no mercado hoje para o empreendedorismo e a criação de novas empresas. As pessoas podem realizar todo o processo a partir da internet e, inclusive, dispor de profissionais terceirizados que venham a fornecer consultorias, produtos e serviços relativos à essa realização.

Sendo assim, faz-se necessário estar a par de como funciona o processo, mas também, estar de olho no mercado, compreender as nuances que possam vir a afetar o ramo do seu negócio e, se for o seu caso, estar de olho no que a concorrência está propondo em novidades e inovação.

Acontece que o surgimento de novos negócios também é muito vantajoso para o consumidor brasileiro uma vez que as empresas precisam se adequar às novas demandas e expectativas do público, entendendo o que a concorrência e as novas empresas trazem como possibilidade para o mercado.

Esse posicionamento é decisivo para que um negócio possa se manter, e claro, se estabelecer no mercado com mais assertividade, lucro e parcerias vantajosas. Ou seja, com mais sucesso.

Em tempos de crise e redução de receitas como estas, algumas medidas podem ser tomadas para beneficiar determinadas empresas, grupos ou pessoas com interesses semelhantes e mesmo foco de operação profissional.

Sendo assim, vamos entender como as cooperativas estão inseridas nesse contexto?

Confira a seguir o que é uma cooperativa, qual é o seu papel, como funciona e as vantagens:

O que é uma cooperativa

De forma mais básica, uma cooperativa nada mais é do que uma associação entre pessoas e ou grupos que possuem os mesmos interesses. Essas partes se associam para que possam atuar em uma esfera mais abrangente, maior e, de fato, mais lucrativa.

As cooperativas podem constituir-se em diferentes segmentos do mercado e, inclusive, são uma prática muito antiga e que vem acompanhando o ser humano ao longo de sua história no que diz respeito à economia, mercado de trabalho e também na conquista de direitos e obtenção de melhores condições, vantagens e benefícios.

Imagine que duas partes sozinhas lidam com diversas dificuldades, mas cada uma dispõe de alguma solução que, talvez, possa beneficiar a outra. Por que não unir forças e enfrentar essas dificuldades, partilhando dos benefícios?

Para sobreviver no mercado, muitas empresas passam a formar cooperativas que vem a fortalecer o segmento e também promover mais estrutura, capital e possibilidades de ações e soluções mais competitivas e estratégicas.

A consolidação das cooperativas, porém, também envolvem critérios e devem ser processos os quais pedem muita atenção aos contratos e viés legal, financeiro e jurídico.

Para o que serve a cooperativa

Então, como você pode perceber, as cooperativas podem desempenhar diversas funções. Elas podem garantir mais força e competitividade de mercado, podem trazer mais benefícios para os associados, podem proteger essas empresas, dado o fortalecimento que propiciam, podem abranger mais capital e recursos para os envolvidos e muito mais.

De certa forma, as cooperativas surgem de uma necessidade. De um posicionamento estratégico. Elas podem ser mantidas por um longo período de tempo.

Essa prática sempre foi muito comum, por exemplo, na zona rural. Regiões produtoras de café, por exemplo, ou exploradoras de cana.

É muito comum que surjam as cooperativas nesse cenário onde o território possui diversos trabalhadores ou empresas que possuem a mesma natureza e segmento de negócio, e que podem, juntos, buscar melhorias e soluções para todos.

Como funciona a cooperativa

Mas então você pode estar se perguntando como funcionam as cooperativas, será que elas passam a ser uma empresa só?

Na verdade, elas podem atuar no mercado como um bloco, mas isso não quer dizer que essas empresas se tornem sócias ou que elas deverão passar a fazer parte uma das outras.

Na verdade, o que as cooperativas podem fazer é estabelecer critérios de funcionamento, contribuições e concessões internos próprias.

Por isso, é muito importante atentar-se no momento em que se estabelecem, todas as partes legais e a dinâmica de operação das mesmas.

De fato, essas empresas, grupos ou pessoas que formam uma cooperativa, passarão a tomar decisões de forma coletiva, bem como enfrentar desafios, estabelecer regras e também, claro, desfrutar dos benefícios.

As vantagens que as cooperativas proporcionam

As principais vantagens das cooperativas é o fortalecimento das partes. Esse pode ser um fomento para se captar mais recursos, sejam materiais ou intelectuais, por exemplo.

Para dispor de maior competitividade e espaço no mercado, garantir direitos e ter maior respaldo dentro de um determinado segmento.

As cooperativas são importantes para proteger negócios e funcionários, para gerar mais renda e estabilidade para as empresas e também determinar regras e critérios que venham a organizar melhor a estrutura do mercado.

As cooperativas também podem ser uma resposta de empresas em relação ao crescente investimento internacional por parte de outros países que ameaçam negócios internos.

Associações de sucesso: solução de problemas no mercado

Como você pode perceber, as cooperativas muito têm a beneficiar diferentes grupos e empresas e podem se estabelecer, inclusive, em um momento de adversidades.

É muito importante considerar se a sua empresa estará bem posicionada no mercado e se vale a pena considerar fazer parte de uma cooperativa. Essa pode ser uma medida que vem a trazer muitos benefícios por um certo ponto de vista, mas é preciso estar atento ao quanto de autonomia você poderá manter.

De toda forma, vemos que essa é uma tendência muito grande e muito séria na economia mundial. Diversos países já operam em bloco, como podemos citar em exemplos de natureza semelhantes, os países da União Européia e o Mercosul.

Atuar no mercado em bloco é uma possibilidade de garantir mais proteção, estabilidade e regras a serem seguidas. Quando as cooperativas surgem, elas demonstram uma postura robusta e firme no mercado.

Para os consumidores isso também pode ser vantajoso, uma vez que podem contar com mais assertividade, continuidade e qualidade na prestação dos serviços e fornecimento de produtos.

As cooperativas fizeram também parte da história dos Direitos dos Trabalhadores ao redor do mundo, já que sempre foi a classe trabalhadora que mais sofreu impactos e lutou por melhores condições de trabalho e remuneração, diante de cada impasse ou oscilação na economia.

Muitas cooperativas, surgem, inclusive, a partir de trabalhadores de um mesmo ramo ou segmento que optam por entrar no mercado com um posicionamento mais robusto, integrado e fortalecido.

A importância da contabilidade para empresas e empreendedores

E agora uma questão muito prática que precisa ser sempre levada em consideração seja na criação de qualquer tipo de empresa, inclusive, das cooperativas: a contabilidade.

Aqui no Brasil, as obrigações fiscais demandam bastante conhecimento e expertise das empresas e profissionais pois, é preciso, antes de mais nada, estar em dia com os órgãos fiscalizadores.

A operação de uma cooperativa envolve diversas frentes, pode, inclusive, envolver diversos funcionários e contribuintes e, portanto, exige um departamento ou pessoa responsável por manter esse aspecto em ordem.

Se você está considerando adotar ou criar uma cooperativa, é imprescindível que você busque mais informações a respeito de como essa cooperativa lida ou virá a lidar com as suas obrigações fiscais e trabalhistas.

Essa também é uma questão que demanda transparência e coletividade, afinal, são estes dois dos pressupostos principais do estabelecimento de uma cooperativa e também aspectos essenciais para o sucesso da mesma.

Para as cooperativas também existe uma alternativa quando falamos em contabilidade, que é justamente contar com uma empresa especializada ou um profissional autônomo que possa oferecer este serviço, consultoria e ou suporte.

Dicas para ter um negócio de sucesso

Nosso assunto aqui é falar sobre negócios de sucesso e sem deixar nenhuma ponta solta. É por isso que batemos muito na tecla da estruturação do negócio.

Seja o seu negócio um projeto em andamento, uma startup, uma cooperativa, um serviço autônomo ou seja você um MEI de qualquer segmento do mercado, é muito importante que você possua um bom planejamento.

Ter um negócio de sucesso não é fácil. Principalmente em tempos incertos e delicados como este que a Pandemia do covid-19 representa, porém, dedicando-se a estudar e investindo em medidas assertivas, você poderá ter mais segurança e vantagens.

Nossas principais dicas a este respeito são:

  1. Prepare a documentação da sua empresa
  2. Faça o registro da sua empresa
  3. Estude a legislação, demandas tributárias e obrigações fiscais relativas, se possível, conte com um advogado ou contador especializado para isso
  4. Estabeleça tudo em contrato: parcerias, associações, condições e definições relativas
  5. Estude o mercado e invista sempre em mais conhecimento
  6. Não se distancie do seu negócio, participe de todas as decisões, ainda que sejam tomadas de forma coletiva

Otimização e modernização de processos: o que você precisa saber

Hoje em dia muitas otimizações e modernizações no mercado já foram, estão sendo e ainda serão lançadas no mercado. Afinal, estamos vivendo na era da internet e dos avanços tecnológicos.

Até mesmo o governo já está estabelecendo plataformas digitais para unificar e facilitar diversos procedimentos ligados às questões tributárias, fiscais e trabalhistas. É o caso do eSocial, por exemplo.

É importante estar a par dessas novidades e entender essas tendências para que você possa se posicionar de forma mais estratégica e segura no seu segmento.

Utilize a internet a seu favor e mantenha-se informado!

Você pode, inclusive, pesquisar mais a respeito das cooperativas e conferir o que os especialistas e usuários dessa medida podem contribuir em informação e experiência.

Você é um novo empresário? Saiba o que deve considerar

Se você é um novo empresário e está querendo lançar o seu negócio no mercado, existem diversas formas em que nós podemos auxiliar você!

Conte com conteúdos atuais, informativos e assertivos para que você possa estar mais preparado para colocar a sua empresa no mundo.

Se está enfrentando quaisquer dificuldades ou dúvidas relativas aos processos de abertura de uma empresa, ou mesmo de adesão à uma cooperativa, como a documentação, revisão de contratos e registros necessários, não hesite em nos contatar para receber um orçamento personalizado.

Photo of author

Escrito por:

Equipe BemSucedida